Espanhol Inglês Francês Alemão Italiano Português Russo

(Tradução automática)

Especificações sobre a adesão entre as camadas de um pavimento, projetar as tensões de cisalhamento e as tensões permitidas

Jorge ORTIZ RIPOLL
Engenheiro Civil, Canais e Portos. ARNÓ

Rodrigo MIRO RECASENS
Doutor em Estradas, Canais e Engenheiro Portos. CPU

Xavier CRISÉN GRAU
Engenheiro Técnico de Obras Públicas. ARNÓ.

Sumário

Um novo método de cálculo, de natureza semi-empírica, desenvolvido no âmbito do projeto de investigação SUPERBIT, é proposto para obter a tensão de cisalhamento máxima a que se encontra a junção entre as camadas betuminosas de um pavimento rodoviário sob a ação do tráfego. Depois de analisar diferentes hipóteses de carga e os principais fatores que afetam a distribuição de tensões em uma interface betuminosa, as combinações mais desfavoráveis ​​foram selecionadas para determinar as tensões de projeto e compará-las consistentemente com a resistência ao cisalhamento exigida no Artigo 531 do PG-3, medida de acordo com o padrão de teste NLT-382. Os resultados obtidos parecem indicar que as especificações das actuais prescrições técnicas espanholas são adequadas, podendo mesmo, em algumas circunstâncias, ser conveniente elevar os valores mínimos estabelecidos.

PALAVRAS CHAVE

Tensão de cisalhamento, Tensão de cisalhamento permitida, Tensão de cisalhamento de projeto, resistência ao cisalhamento, Especificação.

Associação Espanhola de Estrada
Goya, 23 - 4º direito.
28001 - MADRID (Espanha)
Tel.: (34) 91 5779972
Email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Seguimos em:

Os cookies nos permitem oferecer aos nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso de cookies. Consulte a política de cookies