Espanhol Inglês Francês Alemão Italiano Português Russo

(Tradução automática)

Análise e avaliação do fator humano no trabalho de auditorias e inspeções da segurança rodoviária urbana na Colômbia

Gonzalo PÉREZ BUITRAGO
Engenheiro em Transporte e estradas. Especialista e Mestre em Estradas Terrestres. Faculdade de Engenharia.
Escola de Transporte e Engenharia de Estradas. Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia  

Flor Ángela CERQUERA ESCOBAR
Engenheiro em Transportes e Estradas. Especialista em Infraestrutura Viária. Mestre em Tráfego e Transporte, 
Doutor em Geografia. Faculdade de Engenharia.
Escola de Transporte e Engenharia de Estradas. Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia

Sumário

Este artigo pretende apresentar o tratamento do fator humano na estrutura geral das auditorias e inspeções de segurança rodoviária urbana, alguns métodos de avaliação e uma lista de contramedidas propostas para reduzir o risco de acidentes e mitigar o impacto de sua ocorrência , considerado na elaboração do Manual de Auditoria de Segurança Rodoviária Urbana, ASVU, para a cidade de Bogotá que foi desenvolvido pela Escola de Transportes e Engenharia de Estradas da Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia (UPTC) para o Departamento Distrital de Mobilidade da capital da república no ano 2015.

Levando em consideração o pilar 4 do plano de ação global do sistema de gerenciamento de segurança rodoviária proposto pela ONU, na Década de Ação para Segurança Rodoviária para o período 2011-2020, para a análise e avaliação dos aspectos dos fatores humanos. metodologia, análise de comportamento, cultura de trânsito (a), aspectos legais, informações primárias e secundárias relevantes e disponíveis. O 15 realizou trabalhos de auditoria no nível de planejamento, projeto e construção e inspeções em nível de operação em sites críticos na capital colombiana, incluindo os principais atributos dos diferentes usuários da estrada, como motorista, passageiro, pedestre, vendedor ambulante , ciclista e motociclista. Nos relatórios, foi dada especial ênfase às recomendações de medidas corretivas ou contramedidas para eliminar ou mitigar o risco de acidentes.

PALAVRAS CHAVE

Fator humano, Auditoria, Segurança rodoviária, Gestão, Contramedida, Inspeção, Acidente, Colômbia.

Associação Espanhola de Estrada
Goya, 23 - 4º direito.
28001 - MADRID (Espanha)
Tel.: (34) 91 5779972
Email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Seguimos em:

Os cookies nos permitem oferecer aos nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso de cookies. Consulte a política de cookies