Espanhol Inglês Francês Alemão Italiano Português Russa

(Tradução automática)

Compactação e capacidade de carga de cinzas usina em aterros rodoviários

anjo VEGA Zamanillo
Doutor Engenheiro de Estradas, Canais e Portos
Professor de Estradas. Departamento de Projetos e Processos de Transporte e Tecnologia
Universidade de Cantabria

Miguel Angel CALZADA PÉREZ
Doutor Engenheiro de Estradas, Canais e Portos
Professor de Estradas. Departamento de Projetos e Processos de Transporte e Tecnologia
Universidade de Cantabria

Ignacio PASCUAL MONTEJO
Engenheiro civil, Canais e Portos
Director. Iglesias SL Centro de Tecnologia

Alberto HERNÁNDEZ SANZ
Engenheiro de Obras Públicas
estradas pesquisador
Departamento de Projetos e Processos de Transporte e Tecnologia
Universidade de Cantabria

Sumário
A actual escassez de recursos naturais e os requisitos ambientais na engenharia civil supõe a busca de novos produtos e materiais que são capazes de satisfazer as necessidades técnicas de construção de infra-estruturas rodoviárias, num quadro de desenvolvimento sustentável.

As cinzas da combustão dos queimadores de carvão em centrais térmicas ter propriedades adequadas para utilização como material de enchimento na construção de estradas, e até mesmo alguns deles melhorar significativamente as características de rolamento e compactação de muitos materiais em um maneira econômica e ambiental.

Neste artigo, os resultados e conclusões de um estudo de caracterização realizados em cinzas de duas usinas espanholas, localizada nas cidades de Soto de Ribera e Aboño (Astúrias, Espanha), para possível aplicação na construção de diques de contenção exposta e recheios estradas.

PALAVRAS CHAVE:
Ash, Embankment, a compactação, a capacidade de carga, Reciclagem, resíduos, Concourse.

Associação Espanhola de Estrada
Goya, 23 - 4º direito.
28001 - MADRID (Espanha)
Tel.: (34) 91 5779972
Email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Seguimos em:

Os cookies nos permitem oferecer aos nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso de cookies. Consulte a política de cookies