espanhol Inglês French German Italian Portuguese Russa

(Tradução automática)

Relação entre as emissões de GEE devido ao transporte por regiões e renda per

Pedro Jose Perez Martinez
associado de pesquisa de pós-doutorado no Centro de Pesquisa em Transporte TRANS E T-UPM. Universidade Politécnica de Madrid


Andrés Monzón de Cáceres
University Professor Doutor Engenheiro de Estradas, Canais e Portos - Diretor do Centro de Pesquisa em Transporte, Trans e T-UPM - UPM

Sumário
Neste estudo as estimativas de emissão são feitas para o transporte de gás com efeito de estufa (GEE) por ano 2025 projetadas para as Comunidades Autónomas (CCAA). As estimativas são baseadas em um modelo econométrico que explica as relações entre as emissões de GEE per capita e crescimento do produto interno bruto (PIB) per capita.

O modelo é baseado em dados anuais do CCAA para o período 1990-2002. O modelo é dinâmico e específicos para cada região, para que as estimativas de longo prazo de GEE por elasticidades habitante. Estas elasticidades dependem dos valores do PIB por habitante que vão desde 1,67, no caso das regiões com incrementos de alta renda, a 0,98 em regiões com aumentos de baixa renda. emissões elasticidades tendem a ser reduzidos no futuro. O modelo reflete as semelhanças e diferenças entre o CCAA e analisa a evolução provável destas variáveis.

PALAVRAS CHAVE: Emissões, elasticidade, modelo econométrico, Trends, Greenhouse Gas (GHG), o Produto Interno Bruto (PIB).

Associação Espanhola de Estrada
Goya, 23 - 4º direito.
28001 - MADRID (Espanha)
Tel.: (34) 91 5779972
Fax: (34) 91 5766522
Email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Seguimos em:

Os cookies nos permitem oferecer aos nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso de cookies. política de Ver