Espanhol Inglês French German Italian Portuguese Russa

(Tradução automática)

A integração da estrada para o ambiente natural, o principal desafio da Primeira Conferência sobre Paisagismo

O congresso, organizado pela Associação Espanhola de Estradas,
Ele irá desenvolver a próxima 25 e 26 junho

O Director-Geral de Estradas de Rodagem do Generalitat de Catalunya, inaugurado e co-dirige as sessões

Madrid, junho 23 2003.- Pode uma estrada harmoniosamente integrado no ambiente natural através da execução? Você pode conjugado de asfalto e da paisagem estética? Existem fórmulas na concepção e construção para permitir a barreira da estrada perder seu caráter? É o direito de mobilidade dos cidadãos ea protecção ambiental são incompatíveis?

Todas estas questões são, mais do que nunca, o assunto de intenso debate e numerosos estudos, tanto na estrada do campo técnico e toda a sociedade. Portanto, a Estrada Associação Espanhola (AEC), em colaboração com o Departamento de Política Territorial e Obras Públicas da Generalitat de Catalunya, promoveu a organização da Primeira Conferência sobre a estrada Paisagismo. Neles, engenheiros especialistas, biólogos e consultores ambientais vão se reunir para responder às grandes questões que a sociedade se coloca nesta área.

Durante o congresso, a ser realizada no dia seguinte 25 e 26 de junho, em Barcelona, ​​a integração das infra-estruturas rodoviárias na paisagem será analisado, isso coloca problemas e soluções existentes ou aqueles que estão em estudo.

A Espanha possui atualmente alguns quilômetros 153.000 de estradas convencionais (primeira, segunda e terceira ordem) e 11.000 mais do que estradas de alta capacidade (rodovias e rodovias). No total, formam uma faixa de asfalto com mais de 163.000 quilômetros de comprimento.

Graças aos avanços técnicos e tecnológicos que vêm ocorrendo nos últimos anos é possível construir essa infra-estrutura para que não envolvem uma cicatriz irreparáveis ​​ao meio ambiente.

Primeira Conferência sobre a estrada Paisagismo recolhidos desenvolvimentos estão ocorrendo nesta área, proporcionando também um ponto de vista antropológico e uma compreensão mais profunda do significado da infra-estrutura rodoviária na análise da sociedade de hoje. Assim, Albert Serratosa, Engenheiro Civil e Professor Emérito da Universidade Politécnica da Catalunha, falará na conferência inaugural dos "Semiótica da estrada no território."

A cidade será protagonista da primeira sessão de trabalho: "Estradas na paisagem urbana", na qual participam Carlos Nárdiz, Professor da Faculdade de Engenharia Civil da Universidade de A Coruña. A segunda sessão, "Projetando integrado no caminho do meio", a cargo do Landscaper Luis Gonzalez-Camino Meade e o biólogo e consultor Cinta Pérez Figueras Ambiente.

Finalmente, a terceira e última sessão, "Significados da estrada", tratará da infra-estrutura rodoviária a partir de uma perspectiva mais antropológico, com a ajuda de especialistas como Josep Oliveiras Puig, decano da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Internacional da Catalunha, ou Javier Rui-Wamba, Presidente da ESTEYCO e membro da real Academia de Bellas Artes de San Fernando, entre outros oradores.

Além disso, com a intenção de reforçar as diferentes abordagens do congresso, a organização incluiu no programa de palestras quatro casos práticos, dois no primeiro turno e duas no segundo.

Jordi Follia, Director-Geral de Estradas de Rodagem da Generalitat da Catalunha, co-dirige esta conferência, juntamente com Miguel Aguiló Alonso, Professor de Arte e Estética da Engenharia, e Ignacio Espanhol, Professor no Departamento de Urbanismo e Meio Ambiente, ambos da Universidade Politécnica de Madrid.

A abertura da conferência também suportado pelo Director Geral das Estradas da Generalitat, ao apresentar os objetivos e Xavier fez Aguiló Miguel Baulies, Vice-Diretor Geral da Tecnologia e Sistemas de Informação da Generalitat.

Além disso, o Ministro da Política Territorial e Obras Públicas da Generalitat, Felip Puig i Godes presidirá o encerramento da reunião.

retomando conceitos

Nos anos 20 do século passado, o conceito de estradas do parque surgiu nos Estados Unidos. Eles responderam ao duplo ideia de alcançar maior segurança e promoverem uma condução mais agradável tentando ajustar o layout para paisagem. Desde então, a preocupação com a melhor integração possível de asfalto no ambiente natural tem vindo a aumentar, e cada vez mais fórmulas capazes de atingir a mobilidade sustentável são procurados. Em Barcelona, ​​os dias 25 e 26 oferecer algumas chaves para obtê-lo.

Associação Espanhola de Estrada
Goya, 23 - 4º direito.
28001 - MADRID (Espanha)
Tel.: (34) 91 5779972
Fax: (34) 91 5766522
Email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Seguimos em:

Os cookies nos permitem oferecer aos nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o uso de cookies. Consulte a política de cookies